<body><script type="text/javascript"> function setAttributeOnload(object, attribute, val) { if(window.addEventListener) { window.addEventListener('load', function(){ object[attribute] = val; }, false); } else { window.attachEvent('onload', function(){ object[attribute] = val; }); } } </script> <div id="navbar-iframe-container"></div> <script type="text/javascript" src="https://apis.google.com/js/plusone.js"></script> <script type="text/javascript"> gapi.load("gapi.iframes:gapi.iframes.style.bubble", function() { if (gapi.iframes && gapi.iframes.getContext) { gapi.iframes.getContext().openChild({ url: 'https://www.blogger.com/navbar.g?targetBlogID\x3d6609360788119644874\x26blogName\x3dRapazes+de+Preto+++Noticias+de+despor...\x26publishMode\x3dPUBLISH_MODE_BLOGSPOT\x26navbarType\x3dBLUE\x26layoutType\x3dCLASSIC\x26searchRoot\x3dhttp://rapazesdepreto.blogspot.com/search\x26blogLocale\x3dpt_PT\x26v\x3d2\x26homepageUrl\x3dhttp://rapazesdepreto.blogspot.com/\x26vt\x3d1151129100679812676', where: document.getElementById("navbar-iframe-container"), id: "navbar-iframe" }); } }); </script>

Momentos

globet.com - the better you bet!

Académica deixa escapar Bruno Tiago

quarta-feira, 28 de fevereiro de 2007

Negociações abortadas por Bruno Tiago
O Rapazes de Preto tem conhecimento há algum tempo a esta parte do forte interesse manifestado pela direcção da Académica em garantir a rubrica de Bruno Tiago, médio de 25 anos, actualmente ao serviço do Gil Vicente.

Os contactos entre o departamento de futebol e o empresário do jogador estariam, até, prestes a passar para o nível da apresentação de uma proposta em concreto. O meio campo da briosa poderá sofrer várias mexidas durante o defeso, como já admitiu Manuel Machado em virtude da situação financeira do clube «que terá de saber compensar a saída desses activos». Bruno Tiago, médio gilista era um dos favoritos para o sector mas o Sp.Braga adiantou-se e garantiu o concurso do jogador que assim continua no Minho falhando o negócio e terminando com um ‘namoro antigo’ por parte da Académica.

Etiquetas: , , ,

Autor: Libelinha » COMENTE: |

Um herdeiro de Pedro Roma?

Ricardo! Será este o sucessor de Roma?
Avança em primeira-mão o Rapazes de Preto:
Ricardo, um dos heróis da histórica eliminação do Benfica da taça pelo Varzim, está, ao que o Rapazes de Preto sabe, muito próximo de chegar a acordo com a Académica para se transferir para Coimbra na próxima temporada.

Ricardo é guarda-redes, tem 24 anos, é natural da Póvoa onde jogou pelo clube alvi-negro e a sua vinda para a temporada que se segue poderá ser de grande importância, se bem que no momento pareça perfeitamente dispensável, havendo outras prioridades no equilíbrio do plantel.

Vejamos a situação em que se encontram os guarda-redes da Briosa:

-Eduardo – A falta de oportunidades e utilização foi, aos poucos, desiludindo o guardião que com o tempo e as sucessivas épocas deixou de ser um jovem guarda-redes para ser um jogador em idade de pico de formação de capacidades e não utilizado. Já por varias vezes manifestou a vontade de encontrar uma solução para o seu problema que poderá passar por um empréstimo ou saída em definitivo.

-Douglas – Cedo se percebeu que a sua utilização seria esporádica. Rapidamente foi relegado para 3º guarda-redes, alternando apenas a convocatória com Eduardo nos jogos da taça onde nem aí foi titular. Sabemos que apesar de ter ainda mais um ano de contrato com os ‘estudantes’ estará de saída no final da temporada.

-Pedro Roma – O Capitão e símbolo vivo do clube, vai completar 37 anos no mês de Agosto e já se especulou bastante até no final época passada sobre a sua retirada como jogador, coisa que felizmente não sucedeu, e o guardião acedeu a jogar mais uma temporada, que de resto tem mostrado estar ao seu mais alto nível. Que bonito seria Pedro Roma terminar a carreira com a conquista da Taça de Portugal e com uma chamada à selecção nacional…
Sabemos ainda que o capitão, consciente do futebol moderno, tem já completo o nível 3 do curso de treinadores, que o habilita a ser o técnico principal de qualquer equipa nacional e frequenta o nível 4 que lhe dará ainda uma homologação internacional da superintendência do futebol internacional. Mesmo terminando a carreira como jogador é um símbolo e uma profissional que terá que se manter nos quadros técnicos ou directivos do clube.

Este cenário faz com que a vinda de Ricardo seja vista como uma alternativa forte à difícil sucessão de Pedro Roma.

Etiquetas: , , , , , , ,

Autor: Libelinha » COMENTE: |

O TUDO OU NADA

terça-feira, 27 de fevereiro de 2007

Caça ao leao
É AMANHÃ PELAS 21 HORAS NO ESTÁDIO JOSÉ ALVALADE. CONTAMOS COM A SUA PRESENÇA PARA LEVARMOS A BRIOSA AO JAMOR.

ACESSOS

R. Prof. Fernando da Fonseca – Campo Grande – Lisboa.

Metro Linha amarela e Linha verde. (Campo Grande)
Autocarros Linhas da Carris (transportes colectivos de Lisboa): Números: 1, 3, 46, 47, 77, 101, 106 e 108.
Há outras companhias de autocarros que param no Campo Grande - principalmente carreiras inter-urbanas provenientes dos subúrbios de Lisboa.
Website:www.sporting.pt
Telefone:217 516 000



Devem ser, por esta altura, bem diferentes os estados de espírito dos adeptos da Académica.

Se, por um lado, a última derrota caseira perante um adversário perfeitamente ao nosso alcance e com apenas mais um ponto que a briosa na tabela classificativa desmoralizou muita gente e trouxe algum pessimismo, por outro, a Taça de Portugal é uma competição para a qual a preparação é feita de maneira diferente daquela que é usual para os jogos da liga.

Na taça, tudo é possível, mesmo perante um adversário de peso e a jogar em casa como é o Sporting. O jogo de amanhã não será, certamente, o jogo dá época, mas é claramente o jogo mais importante da Académica este ano e no passado recente do clube.

A Taça UEFA é como disse Manuel Machado, em entrevista ontem ao programa Prognósticos na RUC, um «horizonte». Aparentemente, e com a derrota do fim de semana frente ao Boavista a Briosa descolou ligeiramente do comboio de equipas que perseguem um lugar que as classifique para a prova. Portanto, é na Taça de Portugal e no jogo de amanhã que está a única hipótese que Manuel Machado tem para conseguir levar a Briosa até esse «horizonte».

A tarefa não é impossível, até porque para os lados de Alvalade as coisas já estiveram bem melhores e o momento actual da equipa não é famoso. Se, por um lado, este factor poderá contribuir para que os ‘leões’ queiram, perante os seus associados, ultrapassar este momento menos mau, por outro, poderemos ter amanhã precisamente o efeito contrário e ter um Sporting a jogar ansioso, fruto da sua juventude e baixa média de idades, e ainda com a pressão do público de Alvalade, tradicionalmente impaciente. Amanhã o saberemos.

OS NOSSOS RAPAZES:
18 herois
Nota para o regresso de Miguel Pedro, que não deverá, no entanto ser utilizado. De fora continuam Joeano, Hélder Barbosa e Nuno Luís a contas com lesões a quem se junta o sérvio Pavlovic que, segundo declarações do departamento médico: "a intervenção cirúrgica correu bem, dentro da normalidade e o prognóstico aponta para uma paragem do aleta de entre 8 a 12 semanas”.


O ADVERSÁRIO:
Sporting
Conquistou o troféu em 13 ocasiões. Número que esperemos de sorte para a Académica.

Já atrás o dissemos, o momento actual que os ‘leões’ atravessam não é o melhor, o que tanto poderá jogar contra ou a favor dos ‘estudantes’.

Nas últimas 5 partidas, o Sporting empatou 4 delas com Belenenses, Boavista, Paços de Ferreira e Aves, e venceu uma, 5-1 diante do Nacional. Deslocou-se depois ao Barreiro para defrontar o Pinhalnovense, para a taça, que acabou por ultrapassar sem dificuldade, enquanto na Tapadinha a Briosa vencia tangencialmente o Atlético com um golo nos descontos da autoria de Pitbull. Um golão, diga-se.

Convocatória:
A saída de Carlos Martins é o principal destaque da lista de convocados do Sporting para a recepção desta quarta-feira à Académica, em partida da Taça de Portugal. Ainda em relação à última convocatória, o técnico Paulo Bento deixou também de fora Miguel Garcia, João Alves e Ronny.

Tonel, Tello e Romagnoli estão assim de regresso à lista, que contempla um total de 18 jogadores. A saber:

Guarda-redes: Ricardo e Tiago.

Defesas: Abel, Caneira, Tonel, Anderson Polga, Miguel Veloso e Tello;

Médios: Paredes, João Moutinho, Nani, Custódio, Farnerud e Romagnolli

Avançados: Alecsandro, Yannick Djaló, Liedson e Carlos Bueno

No que diz respeito à taça, Paulo Bento, técnico dos ‘leões’ é claro: «A conquista da Taça não é um objectivo prioritário. É um dos nossos objectivos que desde o início estão traçados, ganhar as competições onde estamos inseridos e, neste caso as nacionais, onde temos possibilidades de o conseguir.»

Ao ser o único dos «grandes» em prova, a pressão sobre os «leões» aumenta: «Agora por não estarem os outros dois denominados grandes pode passar a ideia de que temos mais responsabilidade, mas o objectivo mantém-se e é ganhar. Vamos tentar abordar o jogo da melhor forma possível e saber que nesta competição os jogos que temos feito até aqui fizemo-lo bem», diz Paulo Bento.

Contudo, o técnico não desvaloriza o adversário: «Penso que a Académica jogará bem. Será um adversário complicado porque sabe que através desta competição poderá conseguir atingir um objectivo que através do campeonato será mais difícil. Temos de estar preparados para um jogo difícil, mas queremos ficar a 90 minutos de jogar o encontro decisivo no Jamor. Compete-nos assumir o comando do jogo e tentar controlar as situações de contra-ataque. Pelos valores em causa e pelo factor casa, penso que somos favoritos.»

Apesar do jogo ser importante, e de ser mais um clássico para a Briosa, foram até ao momento vendidos poucos bilhetes para o desafio de amanhã à noite. Miguel Salema Garção, director de comunicação do Sporting, acredita que o Estádio de Alvalade tenha uma boa afluência de público, altura em que o clube recebe a Académica para o desafio da Taça de Portugal, apesar de neste momento só estarem vendidos cerca de seis mil ingressos.

«Para o jogo da Taça, o Sporting fez uma campanha directa junto dos sócios com o envio de cartas com referência multibanco e depois reforçado com notificação por sms», refere Salema Garção.

«Neste momento o Sporting tem seis mil bilhetes vendidos, mas estamos em crer que durante esta tarde e amanhã os sócios do Sporting irão acorrer às bilheteiras de modo a evitar as filas de última hora», acredita o responsável leonino.

Fica o quadro completo de jogos da VII eliminatória da Taça:

28.02.2007
Bragança (II Divisão) - Belenenses (Liga): 14h30.
Beira-Mar (Liga) - Boavista (Liga): 19h00.
Sporting (Liga) - Académica (Liga): 21h00.
25.03.2007
SC Braga (Liga) - Varzim (Liga de Honra): 18h00.

Caso não possa estar presente, acompanhe o relato do jogo em directo nos 107.9 ou aqui

Etiquetas: , , , , ,

Autor: Libelinha » COMENTE: |

À conversa com Manuel Machado

Em entrevista esta noite no programa Prognósticos da Rádio Universidade de Coimbra, Manuel Machado falou sobre o seu percurso até agora ao comando dos ‘estudantes’, falou do projecto mas quanto ao futuro, deixou tudo em aberto para o final da época, altura em que expira o contrato que o liga à Briosa.

vinda para a acadé...


Há o convite por parte da direcção dos ‘estudantes’, com vista à renovação do vínculo e continuidade do projecto mas o técnico confessou ter outras propostas em carteira. A decisão, desabafou Machado, vai ter vários factores em ponderação, como o familiar, o profissional, o económico e o desafio do projecto em si.

permanencia.mp3


A propósito, João Francisco, comentador Ruc, lembrou o passado recente do Professor: deixou o Moreirense e a equipa desceu. Deixou o Guimarães e a equipa desceu. Deixou o Nacional e a equipa está num lugar francamente abaixo do patamar europeu que com ele alcançou.

A análise ao momento actual da equipa, como não podia deixar de ser, não passou ao lado desta conversa de duas horas com o treinador da Briosa. O técnico queixou-se de falta de sorte, sobretudo nos jogos em casa, referindo-se a “bolas ao poste” e a “falhas de concretização”.

Em resposta a questão colocada pelos blogs Pardalitos do Choupal e Denúncias&Opiniões, o técnico afirmou a sua parte de responsabilidade e de decisão na escolha e formação dos jogadores que constituem o plantel. Nessas escolhas, falou de casos em que as coisas não corresponderam às espectativas, como aconteceu com jogadores como Sonkaya e Raul Estevez que vieram credenciados e com provas dadas mas acabaram por não se impor na equipa. Em sentido oposto, fez um elogio a Gyano, dizendo que ao contrario daquilo que vai “colhendo aqui e ali” o considera um bom jogador e com uma boa margem de progressão tendo de limar algumas arestas como a de desperdiçar tantas ocasiões de golo.

avaliação do Gyano...


No essencial das declarações de Roberto Brum no final do jogo no Restelo, o brasileiro admitiu as hipóteses fortes de saída dele próprio, Filipe Teixeira e Dame, ao qual hoje Manuel Machado respondeu que a Académica tem de estar preparada para perder determinados jogadores, podendo no entanto colmatar essas saídas. Entende, ainda, o técnico que o clube está na posse de um conjunto de alguns “activos” importantes que se está estruturalmente a preparar para negociar as suas saídas. Referiu, exemplarmente, Dame como um jovem jogador com “arestas a limar”, “tendo grande margem de progressão e demonstrando características físicas e técnicas muito interessantes”.

O ouvinte Mário José de Castro, colocou em directo uma questão relacionada com o envolvimento de Manuel Machado com uma candidatura à presidência do V.Guimarães. Questão que apesar de ter causado algum desconforto foi respondida de forma directa e detalhada pelo técnico.

mario de castro vs...


Ainda noutro ponto da questão, sobre a equipa B e o protocolo com o Tourizense, Machado classificou o modelo das equipas B como “falido” e considera útil a rodagem de jogadores no clube de Touriz onde Sarmento, Vinha e Piloto podem ganhar competitividade e amadurecer como jogadores, aproveitando ainda a questão para criticar o modelos do critério de formação dos jogadores terminar aos 18 anos, defendendo um alargamento até aos 20.

De alargamento, o Professou passou para a redução do número de clubes nos campeonatos profissionais em Portugal, adjectivando-o de “suicida”, retomando esta temática que havia iniciado por alturas da paragem do Natal. Comparou a situação com o resto da Europa, marcando que no nosso país se preferiu enveredar pelo caminho oposto. Com esta medida, cada jogo das 30 jornadas passa a ter 12 unidades de treino, o que é manifestamente pouco, na opinião do treinador para as 52 semanas do ano civil.

Passando pelos reforços de Inverno, Manuel Machado entende que vieram ajudar a equipa e equilibrar o plantel, e lamentou a ausência por lesão de Joeano, cujo regresso prevê apenas para o jogo com o Paços de Ferreira.

Na quarta-feira a Académica joga em Alvalade para a Taça com o intuito de, segundo Machado, “continuar em prova e honrar o clube e a cidade”.

segredo para ganha...


Como é habitual, a entrevista terminou com o jogo de palavras.

jogo de palavras.m...


Síntese de Ricardo Martins e Condeixa.

Etiquetas: , , , , , ,

Autor: Libelinha » COMENTE: |

Prof. Manuel Machado hoje em PROGNÓSTICOS

segunda-feira, 26 de fevereiro de 2007



Em vésperas de um jogo que pode ser histórico para a Briosa, o técnico Manuel Machado é o convidado central do programa PROGNÓSTICOS que se realiza hoje às 21h na Rádio Universidade de Coimbra.
Uma entrevista de 2 horas, onde o treinador da Briosa será questionado acerca do presente e do futuro da briosa, da sua continuidade ou não no comando da equipa e muito mais…
A não perder, em 107.9 FM ou em http://www.ruc.pt/

Prognósticos, o seu programa de desporto da RUC

Autor: Chambel » COMENTE: |

VEM LÁ A PANTERA!

sexta-feira, 23 de fevereiro de 2007

Vem lá a pantera
Joga-se amanha, pelas 17horas no Estádio Finibanco o Académica x Boavista.

A Académica tem vindo a atravessar uma das melhores fases da época e encontra-se altamente moralizada depois dos recentes resultados e da vitória no Restelo.

A pantera vem a Coimbra depois de um empate caseiro frente ao Setúbal.

Apenas um ponto separa as equipas na tabela classificativa e uma vitória poderá cimentar a posição dos estudantes na tabela e embalar o conjunto para uma segunda volta de grande nível, à imagem do que normalmente Manuel Machado atinge com as suas equipas.

É, portanto, um jogo de grande importância, sendo necessário a presença e o apoio de TODOS amanhã no estádio para levarmos a nossa Briosa a mais um triunfo!

Os 18 jogadores convocados são:
Os 18 eleitos de Manuel Machado
24 Pedro Roma
15 Eduardo
3 Danilo
4 Káká
5 Alexandre
6 Roberto Brum
8 Paulo Sérgio
10 Filipe Teixeira
16 Lino
18 Vítor Vinha
21 Litos
22 Sarmento
28 Nuno Piloto
29 Gyano
32 Milos Pavlovic
77 Dame
82 C. Pitbull
99 Nestor

Lesionados: Joeano, Medeiros, Miguel Pedro, Nuno Luís e Hélder Barbosa.

Amanhã, os estudantes vão mostrar aos do Bessa como se joga o xadrez. No nosso próprio tabuleiro vamos mostrar quem manda!

A partir das 17h pode acompanhar o relato nos 107.9FM ou aqui!

Etiquetas: , , , ,

Autor: Libelinha » COMENTE: |

Renasceu das cinzas

quinta-feira, 22 de fevereiro de 2007

Nestor como a fenix
Nestor David Alvarez Gutierres, nasceu a 11 de Abril de 1980 (tem 26 anos), num bairro problemático de Medellin na Colômbia, filho de uma família pobre.

À imagem de vários outros sul-americanos, Nestor, como ficou conhecido para o futebol, passou por grandes dificuldades de adaptação ao nosso país, na base das quais estão razões culturais, climáticas, mas sobretudo familiares.

No entanto, o 99 foi um dos melhores na pré-epoca, onde evidenciou talento, técnica, aptidão de goleador e um remate fácil e potente.

Uma lesão de alguma gravidade acabou por deixar o jogador de fora durante várias jornadas, numa fase crucial para a afirmação do jogador no plantel. Acabou por ser opção apenas em 9 ocasiões, mas mostrou sempre ser um jogador desmotivado, sem alegria e com uma grande crise de confiança. Revelou, apesar disso, pormenores interessantes e marcou mesmo um golo no Estádio do Dragão, concluindo uma boa jogada ofensiva da equipa. Apesar desta ‘injecção’ de motivação, ficou de fora no jogo seguinte.

Hélder Barbosa, seu companheiro de equipa, elogiou várias vezes o colega dizendo tratar-se de «um dos jogadores do plantel com melhor toque de bola, talvez o meu preferido depois do Filipe Teixeira».

Em Belém, pode dizer-se que ‘entrou com tudo’, 8 minutos em campo bastaram para que Nestor apontasse, com estilo, um golo de belo efeito à meia-volta no interior da área.

O colombiano tem noção da importância que este golo teve:
“Foram tempos muito difíceis para mim. Tenho sofrido muito e tive grandes problemas para me adaptar ao futebol português. Mas parece que o pior já passou e agora sinto-me feliz.”
“Foi bom ter marcado, por muitos aspectos, sobretudo pessoais. Este golo acaba por assinalar uma viragem na minha carreira em Portugal e, além de tudo o mais, pude finalmente dar um contributo válido à equipa. Esse era o meu maior desejo. Era muito importante para mim e para a Académica que eu pudesse voltar a jogar como quando aqui cheguei. Foi bom, porque a equipa voltou às vitória e reforçou a sua posição classificativa.”

Poderá ter aqui renascido um jogador que pode dar um contributo importante para que a Académica continue a fazer uma ‘segunda volta à Manuel Machado’. Quer-me parecer que é o único ponta-de-lança a sério do plantel, onde o trapalhão Gyano e o esforçado Gelson não convencem.

Pode ser, num sistema de dois avançados, a companhia ideal para Joeano, que já confessou sentir-se mais confortável a jogar com um companheiro mais fixo na frente.
Technorati Profile

Etiquetas: , , ,

Autor: Libelinha » COMENTE: |

NESTOR MULTADO

Multa
Saiu caro o golo a Nestor.

O jogador, que marcou o golo 8 minutos depois de entrar, foi punido com um cartão amarelo na sequência dos seus festejos exuberantes, durante os quais despiu a camisola.

Este acto, que vemos frequentemente, valeu ao jogador uma repreensão por escrito e ainda uma multa no valor de 125 euros.

Esta sanção à qual o jogador foi coagido resulta da verificação e aplicação do artigo 130º numero 4 do Código de Disciplina da Liga:

4.O jogador, que no mesmo circunstancialismo de tempo e de facto dos números anteriores (facto: exibição de um cartão; tempo: mesma época), for sancionado pela quarta vez com o cartão amarelo será punido com as penas de repreensão por escrito e multa acessória de € 125 (cento e vinte e cinco euros).

Sendo assim, o 99 da briosa fica a um cartão amarelo de cumprir um castigo de ‘ficar de fora’ durante um jogo, e ainda pagar uma multa de 150 euros.

Nesta situação encontra-se Lucas, ex-jogador e ex-capitão da Académica, que assim ficará de fora na próxima partida que opõe precisamente o Boavista (seu actual clube) aos estudantes.

Etiquetas: , , , , , ,

Autor: Libelinha » COMENTE: |

Antevisão.

segunda-feira, 19 de fevereiro de 2007

Depois de uma semana em que o azar nos bateu à porta por 2 vezes, sorteio da Taça e lesão do Joeano, estou convencido que esta nos vai ser favorável, mais que não seja pela vitória que hoje traremos de Belém.
O Belenenses começou os trabalhos para esta época a pensar na 2ª Liga e calhou-lhe a sorte grande da Bwin, os contornos são sobejamente conhecidos e sem interesse para a gora. Mas se a época desportiva deles teve logo essa mudança positiva de cenário, não foi também de uma maneira positiva que começou, com um grande deficit ofensivo, obtiveram alguns maus resultados, mais tarde corrigiram alguns erros e fruto de uma grande época do seu melhor jogador, Zé Pedro, entraram no caminho certo e estão hoje numa posição bastante confortável
Para o nosso jogo, o Belém não contará nem com o seu melhor jogador, nem com o reforço, Panamiano, de Inverno que marcou e foi expulso no jogo da taça em Odivelas, estando por isso com o sector da frente bastante debilitado, espero por isso que a Briosa saiba aproveitar as oportunidades e não sinta muito a falta do Joeano, estou convencido que depois de 3 vitórias consecutivas fora de portas, não deixaremos de pontuar num reduto onde eu, a Briosa e todos os que puderam assistira ao vivo aos 5 a 0 já vivemos uma grande noite da nossa história. FORÇA RAPAZES!!!


P.S-Não se esqueçam de ouvir o relato nos 107.9 ou na RUC Online.
Abraço.

Autor: JFKampos » COMENTE: |

...tentar que a história se repita

domingo, 18 de fevereiro de 2007

Já são conhecidos os 18 eleitos de Manuel Machado para a importantíssima deslocação a Belém. A Académica ocupa o 13º lugar com 16 pontos, enquanto o Belenenses, mais desafogado, é 9º com 24 pontos. Depois da vitória na Figueira da Foz, e com os novos ajustes no plantel, acende-se a luz de uma ‘segunda volta à Manuel Machado’. Assim esperamos.

Eis os 18:
Os 18


24 Pedro Roma
15 Douglas
3 Danilo
4 Káká
5 Alexandre
6 Roberto Brum
8 Paulo Sérgio
10 Filipe Teixeira
16 Lino
18 Vítor Vinha
21 Litos
22 Sarmento
25 Sonkaya
28 Nuno Piloto
29 Gyano
77 Dame
82 C. Pitbull
99 Nestor

Lesionados: Joeano, Medeiros, Miguel Pedro, Nuno Luís e Hélder Barbosa.

Castigado: Milos Pavlovic.

Joeano de fora

Joeano é o grande ausente deste clássico. O brasileiro fica de fora, por lesão, a contas com problemas na coxa direita, logo num jogo que lhe traz a ele e aos adeptos uma grande carga emocional. Foi neste jogo a 21 de Fevereiro de 2003 (está a fazer 4 anos) que Joeano se estreou a marcar com a camisola dos estudantes e logo num memorável 5-0.
«Para mim, foi um jogo especial porque marquei o meu primeiro golo ao serviço da Académica e até nos demos ao luxo de falhar um penalty»; «É claro que não esperávamos vencer por números tão dilatados, mas à medida que o jogo foi decorrendo começámos a ganhar cada vez mais confiança e a superar-nos.»

Mesmo sem Joeano, que a história se repita.

Autor: Libelinha » COMENTE: |

Análise ao Belenenses de Jorge Jesus

sexta-feira, 16 de fevereiro de 2007

O Bruxo
O CF "Os Belenenses" é, como todos sabem, dos clubes com mais história do futebol nacional, tendo sido fundado em 1919. Tem como presidente o Eng.º Armando José Cabral Ferreira e a equipa técnica é constituída por Jorge Jesus, Joaquim Murça e Mário Monteiro. O plantel é constituído por 18 portugueses, 10 brasileiros, 1 sérvio e 1 panamiano, sendo a média de idades do plantel de 26,70 e a média de alturas de 1,81m. Reforçou-se esta época com alguns jogadores conhecidos, como são o caso de Mancuso (ex-Maritimo), Manoel (ex-Sporting), Costinha (ex-Leiria), Cândido Costa e Marco (ex-Braga), Fernando (ex-Académica) e Fábio Januário (que entretanto já rescindiu) e Carlitos (ex-Gil Vicente), além de Nivaldo, Roma e Garcés. As principais saídas do plantel, prendem-se com as ausências de Meyong, Pélé, Rui Ferreira e Vasco Faísca.
Sistema táctico
Jorge Jesus não tem sido, ao longo de todas estas jornadas, fiel a um único sistema táctico, uma vez que a equipa tem alternado entre entre um 4x2x3x1, que se desdobra ofensivamente num 4x3x3, e um 4x4x2.
No início da época, a equipa-tipo do Belenenses, não andava muito longe desta: Costinha (titular indiscutível), Sousa (que alterna com Amaral), Rolando, Nivaldo (ou Gaspar) e Rodrigo Alvim (muito regular ao longo de toda a época), Ruben Amorim (indiscutível no Belenenses desde José Couceiro, que volta a apostar nele na selecção de sub-21), Silas, José Pedro, Fernando, Manoel e Roma. Ou seja, um 4x4x2, em que Ruben Amorim se assumia como vértice mais recuado do losango, Fernando descaía para a esquerda e José Pedro e Silas coordenavam todo o futebol de ataque, alternando na posição de 10, no apoio aos dois avançados.
Todavia, Jorge Jesus recorreu, não raras vezes, a um esquema que privilegiava apenas 1 avançado, dada a manifesta desispiração do ataque azul, quer de Roma quer de Manoel. Este esquema, de 4x2x3x1, que se desdobrava num 4x3x3 ofensivamente, implicava a saída um dos avançados e a entrada de Cândido Costa para o lado direito, compensada também pela saída de Fernando e a correspondente deslocação de Zé Pedro para o lado esquerdo (visto que Djurdjevic tem estado ausente por lesão e só agora volta aos convocados), com a entrada de Sandro ou Pinheiro (ou até Mancuso) para o eixo central no apoio a Ruben Amorim.
O Belenenses do pós-mercado de Inverno
O Pai Natal não trouxe a prenda tão desejada para os lados da Cruz de Cristo: Meyong, o avançado por quem desesperava Jorge Jesus. Chegaram, no entanto, Carlitos e Gárces, que prometem dar amplitude ao ataque azul. E o que é facto é que Jorge Jesus, que afirma que o Belenenses é a equipa tacticamente mais evoluida do campeonato, surgiu em Setúbal, na última jornada, a jogar num inovador 3x5x2, ou seja: Costinha na baliza, um trio de defesas centrais constituidos por Rolando, Mano (ex-junior e uma novidade no 11) e Nivaldo, Amaral e Gonçalo Brandão nos corredores, Mancuso e Ruben Amorim a funcionarem como duplo pivôt defensivo, e Silas no apoio a Garcés e Dady, avançado ex-Estoril em evidente subida de forma e que marcou o golo que valeu 3 pontos.
Belenenses - AAC
Do lado azul, de destacar as ausências de Zé Pedro e Garcés, castigados, o que constitui uma boa notícia para a Académica que, por seu lado, também não poderá contar com Joeano, a contas com uma lesão muscular. Assim, o Belenenses deverá alinhar com Costinha, Amaral, Nivaldo, Rolando, Gonçalo Brandão, Ruben Amorim, Mancuso, Pinheiro, Silas, Carlitos e Dady.
Última nota: Jorge Jesus tem sido "persona non grata" em Coimbra, em virtude de algumas declarações menos felizes, mas também por conseguir bons resultados contra a Académica. Acontece que a Briosa também tem conseguido excelentes resultados em Belém ultimamente (quem não se lembra dos fantásticos 0-5 de há 3 anos?). Por isso, acredito que a "equipa mais evoluida tacticamente do campeonato", vai levar uma lição dos estudantes, na próxima 2a feira.
Força BRIOSA!

Autor: Nuno Oliveira » COMENTE: |

ZADA RESCINDE

quinta-feira, 15 de fevereiro de 2007

Zada de saida

O Jogador Zada, médio de caracteristicas ofensivas, não se encontra mais ao serviço da Académica. O atleta rescindiu o contrato que o ligava aos estudantes e está de regresso ao Brasil.

O brasileiro esteve, até Dezembro, por empréstimo no Santa Cruz (de onde se transferiu para a Académica por um milhão de dólares, segundo a imprensa desse país) e Avaí.

Após o seu regresso, acabou por não convencer Manuel Machado que optou por não increver o atleta na reabertura da janela de transferências de Janeiro. Ao que o Rapazes de Preto apurou, o jogador, que ainda tinha mais um ano de contrato, anulou o seu vínculo contratual que o ligava à Académica e está de partida para o Brasil.

Autor: Libelinha » COMENTE: |

VAMOS À CAÇA DO LEÃO

terça-feira, 13 de fevereiro de 2007

Caça ao leão
Decorreu, na manhã de hoje, o sorteio dos quartos de final da Taça de Portugal.
O sorteio não podia ter sido pior para a nossa Académica...

Havendo ainda em prova o Brangança, o Belenenses, o Varzim, o Boavista e o Braga, mandou a sorte que defrontassemos o Sporting.

Temos pela frente, aquele que até agora é o grande obstáculo da briosa rumo ao Jamor. O sonho mantem-se vivo, mas vai depender de uma dose de sorte, concentração, trabalho e inspiração extra por parte dos nossos rapazes.

É a prova de fogo para a nossa equipa mostrar que tem argumentos para trazer a taça para a cidade dos estudantes.

-----------------------
Os restantes jogos:
Braga - Varzim
Beira-Mar - Boavista
Bragança - Belenenses
-----------------------

A caçada ao leão está marcada para dia 28 deste mês no safari de Alvalade.
VAMOS EM PESO APOIAR OS NOSSOS RAPAZES!

Autor: Libelinha » COMENTE: |

Destino Desconhecido

segunda-feira, 12 de fevereiro de 2007

Coimbra Antiga...Academica classica
A carreira na taça, que a todos nos enche de frio miudinho, não nos deve impedir de olhar um pouco mais além. No fundo, como diria Conan Doyle, pela boca de Sherlock, não basta que olhemos para a Académica, é necessário que a vejamos.
Creio fundamental uma decisão sobre a Académica que queremos ter. Alguns defenderão, porventura com legitimidade, uma Académica absolutamente desligada da Academia que lhe deu o ser e o baptismo. Querem um “clube moderno”, de “raiz profissional” e que constitua uma “bandeira da cidade de Coimbra”. Alguns, certamente por problemas de consciência, sempre vão acrescentando qualquer coisa como a “preservação da memória histórica”. Algo em que não acreditam e não conseguem fazer acreditar. Por mim, passo.
Vou acreditando que alguns dos valores da Académica ainda são recuperáveis. Quando deixar de acreditar que a Académica é possível retiro-me do jogo. Poderemos voltar a ter a Académica de há quarenta anos? Obviamente que não. Essa acabou e não volta (com pena minha, acrescente-se). Mas é possível termos algo muito diferente do que actualmente existe. É possível termos Académica e não simplesmente OAF.
Sem ponta de xenofobia, porque a não tenho de facto, diria que um amontoado de Brasileiros, salpicado por Argentinos, Colombianos, Sérvios, Húngaros e sabe Deus mais o quê, que entram às catadupas no início de cada ano para saírem de igual forma no final do mesmo, será aquilo que lhe quiserem chamar, mas não é de todo “Académica”.
Até aceito que tenhamos de gramar o Vanderlei, o Manuel da Enguias, o Zastrapovic e até mesmo Xitãozinho e Xoróró. Contudo, para que estes se engulam, têm que vir com tempero. O tempero são Tó Sás, Romas, Camilos, Ruis Campos, Zés Nandos, Marcelos, Joões Campos, Mickeys, Mitos, Pilotos, Rochas e outros que tais.
Óbvio que não poderemos voltar a ter uma equipa composta exclusivamente por estudantes. Óbvio, também, que nada impede que tenhamos um núcleo importante de jogadores estudantes.
Como muitos sabem, sou professor na Faculdade em que o Tó Sá se licenciou. Muitas vezes lanchei com ele e muitas vezes o assunto veio à baila. A opinião de quem viveu por dentro o problema é simples. Nada impede que se estude e se seja profissional de futebol. Haja capacidade de sacrifício.
Aliás, já foram meus alunos vários profissionais do desporto, por exemplo, o Luís Ferreira (capitão, durante muitos anos, da nossa selecção de hóquei em patins).
Vários jogadores das selecções nacionais de andebol, voleibol, basquetebol, natação (etc., etc., etc)., são estudantes das mais variadas licenciaturas. E conseguem-no. Com muito esforço, mas conseguem-no.
A diferença é simples, acreditam na sua formação e não esperam, a maior parte das vezes até ao infinito, que o contrato de uma vida possa estar ali mesmo ao virar da esquina.
E com isto, volto à paragem de autocarro, o tal cujo destino urge definir. Só assim poderemos saber quem entra, quem fica e quem se apeia. Definamos o destino, decidamos em conformidade.
Por mim é simples, não subscrevo romantismos inconsequentes mas recuso-me a vender a alma ao Diabo.

Etiquetas:

Autor: Rogério Puga Leal » COMENTE: |

Mais uma etapa cumprida rumo ao JAMOR

sábado, 10 de fevereiro de 2007

Analise
A Académica conseguiu, esta tarde, dar mais um passo rumo à tão desejada final da Taça de Portugal, a realizar no mítico Estádio do Jamor.
Depois de um jogo quase épico em Matosinhos, frente ao histórico Leixões, com uma vitória sofrida mas inteiramente justa, esta tarde mais uma vez "houve Taça".
A Académica foi à Tapadinha, estádio onde joga o não menos histórico Atlético Clube de Portugal, num ambiente fantástico, com muito público e emoção a rodos, e alcançou, com mérito mas também com muito sofrimento, a passagem aos quartos de final da Taça.
Uma palavra para o Atlético, equipa da 2ª Divisão B, que foi o "tomba-gigantes" desta ediçãoda Taça, e que hoje demonstrou mais uma vez ser uma equipa complicada de ultrapassar. Houve momentos, principalmente na segunda parte, em que a Académica sentiu muitas dificuldades perante a força anímica da equipe de Alcântara.
Mas, quando já todos aguardavam pelo prolongamento, surgiu o "míssil" de Cláudio Pitbull, que resolveu a questão a favor da Briosa.

Manuel Machado fez algumas alterações no onze para esta partida, tendo apresentado a seguinte formação. Pedro Roma; Paulo Sérgio, Litos, Kaká e Lira; Pavlovic, Alexandre e Dame; Lino, Joeano e Sarmento.
De fora ficaram os habituais titulares Brum (no banco) e Filipe Teixeira (lesionado).

E se na primeira parte a equipa se mostrou equilibrada, e só não marcou porque o árbitro anulou um golo limpo à Briosa, na segunda, com a entrada de Gyano para o lugar de Sarmento, a Académica perdeu o meio campo e não ganhou nada em termos ofensivos. Até que chegou Pitbull...



Pedro Roma (13) : Ao nível de sempre: sereno, seguro, não teve muito trabalho mas tudo o que fez fez bem.

Paulo Sérgio (14): À falta de um lateral de raíz capaz de satisfazer o técnico, MM parece ter encontrado em Paulo Sérgio a alternativa perfeita para o lugar.Compensa limitações técnicas com uma rapidez e entrega notáveis. Um dos melhores.

Litos (14) : No actual momento de forma é muito difícil de bater. Por ali não passou nada nem ninguém...

Kaká (10): Estranhamente faltoso e intranquilo, não esteve nos seus dias. Complicativo. Há dias assim...

Lira (11): Discreto. Preferiu defender bem, sem se aventurar no ataque, tarefa da qual se encarregou Lino. Falta-lhe ritmo, e esse só se ganha jogando mais vezes...

Pavlovic (13):Importante este primeiro tampão defensivo do meio campo. Muito disponível em termos físicos, tem estado bem neste seu regresso à equipa.

Alexandre (12): Inicialmente colocado um pouco à frente de Pavlovic, cedo percebeu que apenas ganharia preponderância se recuasse uns metros no terreno. Na segunda parte, com a entrada de Gyano e a consequente falta de homens da Académica no meio campo, foi dos que mais sofreu em termos físicos.

Dame (11): A jogar à frente dos trincos e atrás de Joeano, parecia ter um jogo talhado para as suas características. No entanto não conseguiu desequilibrar. No segundo tempo descaiu para a direita, e com isso perdeu ele, e perdeu a equipa... Denotou (foi o único) algum vedetismo no modo como abordou alguns lances.

Lino (13): Jogando como ala esquerdo, conseguiu ganhar a linha um punhado de vezes mas os seus excelentes cruzamentos foram sempre desaproveitados. Por vezes exegerou nos lances de um-para-um.

Joeano (13): Movimenta-se como poucos nas imediações da área. Boa primeira parte, viu ser-lhe anulado um golo limpo. Curiosamente, e ao contrário do que se tem dito, depois da entrada de Gyano foi perdendo fulgor, até ser substituído por Cláudio Pitbull.

Sarmento (10): Jogou como ala direito e esteve demasiado discreto. Nao agarrou a oportunidade.

Gyano (-): 45 minutos de... NADA...

Brum (5): Entrou para refrescar o meio campo; conseguiu-o em parte mas mostrou-se, mais uma vez, muito desastrado a iniciar os lances de ataque.

Pitbull (15): Depois de uma assistência para golo na Figueira da Foz, desta vez um golo do outro Mundo para selar a passagem da Académica aos quartos de final. Decisivo.


Apelo aos sócios e simpatizantes da Académica para que venham apoiar a equipa nas próximas etapas desta caminhada que se quer histórica para o emblema de todos nós!

Autor: Diogo Lucas Pires » COMENTE: |

Rumo ao Jamor!

Mais um passo dado na direcção certa, JAMOR.
Não foi um grande jogo de futebol, a Briosa sentiu muito a falta do génio criativo do Filipe Teixeira e o facto de jogar sem o Gyano a apoiar o Joeano também não foi benéfico para a equipa. Alguém podia dizer ao Prof. Manuel Machado que o Gelson e o Joeano fizeram uma dupla mortífera na época passada, um a marcar e o outro a ganhar bolas, não é que seja grande apreciador das capacidades futebolísticas do Gelson, mas acho que o reeditar da dupla do ano transacto só pode ser positivo para a Académica, assim como assim o Gyano também não anda a marcar muitos golos, rsrsrsrs.

1 a 0 foi o resultado final com o nosso golo a ser apontado pelo Cláudio Pitbull nos minutos finais do encontro, mais um reforço a facturar, isto promete...

Abraço.

Etiquetas: , , , , ,

Autor: JFKampos » COMENTE: |

Antevisão

sexta-feira, 9 de fevereiro de 2007

Um jogo marcado pelo regresso do D. Sebastião da Académica, o mesmo que nos safou com muitos golos em 2 das últimas 3 2ªs voltas, o grande JOEANO. Um próximo que se prevê seja o do regresso dele à titularidade e da passagem da Briosa à fase seguinte da taça, que mais dizer?
Grande jogo na Figueira, sobretudo grande entrega e abnegação à camisola preta por parte dos nossos Rapazes, voltou o matador, voltou a chama de um goleador e a equipa parece outra.
Na Tapadinha espero um jogo tranquilo, talvez seja o jogo do regresso em definitivo do Joeano, já a titular, talvez saia o Brum da equipa e fique o Gyano, até porque o Joeano não gosta muito de jogar sozinho na frente de ataque e não me parece que o Dame seja o colega ideal para ele, pelo menos a julgar pelo que ele disse, sente-se melhor a jogar ao lado de um ponta de lança puro.

Abraço

Autor: JFKampos » COMENTE: |

CONVOCADOS PARA AMANHA

Vamos a Tapadinha

O jogo é amanha às 14:30 e é de grande importância para a Briosa.
Passo a passo aproximamo-nos do Jamor.
Mas antes há este obstaculo de respeito para ultrapassar que se chama Atlético.

Aqui, em audio, as declarações de Manuel Machado:
machado.mp3


Eis os eleitos de Manuel Machado:

Roma
Douglas
Paulo sérgio
Sarmento
Litos
Kaka
Danilo
Lino
Lira
Pavlovic
Alexandre
Piloto
Brum
Dame
Teixeira
Pitbull
Gyano
Gelson
Joeano

A convocatória indicia, claramente, que este jogo, apesar de ser com um adversário de uma escalão inferior, está a ser encarado com a máxima cautela e seriedade pela Briosa. Já toda a gente está avisada, depois da surpresa no Dragão e frente ao Santa Clara.
Manuel Machado, ciente disso mesmo, analisa desta forma o adversário de amanha:
Análise ao Atlétic...


Há que ter muitas cautelas, respeito pelo adversário e concentração para dar mais um passo rumo ao sonho de 39!

Autor: Libelinha » COMENTE: |

Os sinteticos - PERGUNTA AOS SOCIOS

quinta-feira, 8 de fevereiro de 2007

O diario de uma obra de futuro
No Bolão, continuam as obras de aplicação dos relvados sintéticos. A obra tem tanto de onerosa como de indispensável para a instituição, na medida em que permite um melhor desenvolvimento das camadas jovens a nível quantitativo e qualitativo. É um investimento de futuro indispensável e que vai aumentar a produção de novos valores e aumentar a qualidade da escola da briosa.
É algo que temos defendido como essencial para manter vivos os valores da instituição enquanto formadora de jogadores e Homens. Só assim se fomenta o amor pelo emblema e se pode perspectivar o jogador que progride nos estudos enquanto avança na sua formação futebolística.

Segue a notícia transcrita do site oficial:

ACADEMIA BRIOSA XXI – COLOCAÇÃO DOS RELVADOS SINTÉTICOS

DIÁRIO DE UMA OBRA ESTRATÉGICA II

“Os relvados sintéticos que estão a ser construídos têm as seguintes características:

- Área total relvada – cerca de 13.400 m2
- Tipo de relva artificial – Prestige XT, 65 mm fabricada pela Fieldturf Tarkett
- Areia de sílica – cerca de 240 toneladas
- Borracha criogénica em granulado – cerca de 180 toneladas
- vedação – 350m lineares.

Nesta amplo espaço serão instalados:

- 6 postes de iluminação
- 2 Campos de Futebol de 11
- 3 Campos de Futebol de 7

O que permitirá a realização de treinos em simultâneo para duas ou três equipas, consoante o respectivo escalão de formação.

É de salientar que este projecto foi objecto de candidaturas a programas específicos da Administração Local (desde 2003) e da Administração Central (desde 2006) sem qualquer resposta por parte dessas entidades para o apoio financeiro solicitado.

É, por isso, necessário que os associados e simpatizantes da Académica se consciencializem da importância de ajudar a executar uma obra que envolve centenas de milhares de euros.
A Académica precisa de apoio, de ajuda, de todos os que dela gostam.

Ao longo da temporada 2006/2007, e nas condições em que a Académica está a treinar-se – e que são as possíveis actualmente – a Briosa viu 3 atletas sub-19, 2 atletas sub-18 e 2 atletas sub-16, serem chamados aos trabalhos das selecções nacionais respectivas.

Com a ajuda de muitos, vamos dar as melhores condições para um trabalho cada vez melhor na área da formação.

Contamos convosco.”

A Direcção da AAC/OAF


Perante esta concretização e esta realidade por parte da direcção e seu presidente, endereço-lhe os meus parabéns por deixar como legado e património à instituição tão importante infra-estrutura, a qual ficará para sempre com o seu nome marcado.

Permitam-me no entanto deixar algumas perguntas, que aproveito, para colocar aos meus caros consócios, fazendo-o com toda a humildade e sem consultar as actas, daí que possam haver alguns lapsos de memória:

Relativamente ao nome Academia Briosa XXI:
Não tinha sido deliberado em Assembleia Geral que a designação da ‘academia’ seria Academia Dr. Francisco Soares e não Academia Briosa XXI?

Relativamente ao pedido de apoio dos sócios:
Saúdo esse pedido, até porque o clube é de todos e o seu sucesso deve depender da colaboração de todos.
Não tinha sido, na mesma Assembleia Geral, constituída uma Comissão Ad Hoc, com vista a reunir fundos, donativos e apoios para ajudar na conclusão da obra?

Se a memória não me atraiçoa, a proposta até foi feira pelo sócio Carlos Cidade e pelo sócio João Francisco Campos. Em que ponto está essa Comissão Ad Hoc? Como pode um sócio dirigir-se a ela para contribuir?

Autor: Libelinha » COMENTE: |

Agora nós

Entradas
Sendo ainda cedo para formar uma opinião definitiva, as primeiras impressões deixadas pelos reforços de inverno são francamente positivas.

Até ao final de 2006, a Académica mostrava um meio campo de qualidade elevada, quer a defender, quer a atacar, com os seus jogadores a apresentar níveis físicos muito acima do normal, isto comparativamente com anos transactos (sem querer por em causa os profissionais responsáveis por essa condição no passado). No entanto outros sectores e outras posições não estavam tão fortes e o plantel ficava assim desequilibrado.

A defesa tem vindo em crescendo. Litos está, aos poucos, a adquirir a forma que todos os academistas esperam dele, sendo o patrão da defesa e acrescentando-lhe a sua larga experiencia e classe. Uma das grandes surpresas da esquipa está ao seu lado, Káká. O brasileiro de 25 anos, rapidamente conquistou um lugar no 11, sendo já um dos indiscutíveis. As características de Káká são raras num defesa central. Fazendo uso da velocidade como sua principal arma, é ainda muito sólido no seu posicionamento em campo, marcação e no um para um não joga ‘à queima’ forçando assim os adversários a decidir, situação que dá vantagem ao defesa.

Nas alas, Lino, um lateral de enorme propensão ofensiva denotava graves carências defensivas, situação que Manuel Machado resolveu com um sistema pendular de compensações. Algo só possível com muito treino e rotina.
Do lado oposto, o direito, a situação está mais débil e inspira maiores cuidados. Sendo verdade que a ‘lei das compensações’ de Manuel Machado obriga a que a posição seja ocupada por um jogador forte defensivamente, essa situação já levou a vários testes, desde um sistema de 3 centrais, passando agora mais recentemente pela adaptação de Paulo Sérgio. A julgar pelo jogo com a Naval, parece a melhor solução. É alto, tem uma compleição atlética musculada, é forte defensivamente e pode derivar para o centro nas situações em que um dos centrais tem de ir fechar na esquerda para fazer a dobra a alguma investida ofensiva da equipa contrária, equilibrando assim a defesa.

Na baliza, palavras para que? Pedro Roma é o maior símbolo do clube, é o capitão! Para quando um prémio de carreira com uma convocatória para a selecção nacional?
É o espelho do jogador da ‘velha escola’, com mística e simultaneamente um jogador actualizado e adaptado as novas realidades do futebol moderno. Sinal disso mesmo é que está a investir no seu futuro, frequentando já o nível 4 do curso de treinadores, o que o qualifica para ser o técnico principal de uma equipa de qualquer escalão profissional em Portugal e na Europa. É um verdadeiro academista.

É no meio campo que está a maior solidez desta equipa da Académica. Alexandre, só não é surpresa pois já era conhecido o seu valor. O seu posicionamento exemplar permite-lhe fechar as linhas de passe e recuperar muitas bolas sem ter de recorrer à falta. A sua estampa física impressiona. Milos Pavlovic demorou a adaptar-se e era muito faltoso no início. Não se esperava outra coisa de um jogador que cumpriu o serviço militar na Sérvia. É disciplinado, determinado e impetuoso. Tem vindo a crescer na Académica e já recupera muita posse de bola. No entanto a sua utilização deverá ser oscilante e deverá ser apenas titular em jogos onde seja necessário um pouco mais de musculo no centro. Certamente uma das apostas regulares para os jogos fora.
Roberto Brum não tem estado tão exuberante como nos habituou noutras épocas, mas isso também se deve à companhia que tem no sector que não o obriga a uma situação de pressing tão agressivo. Brum é agora um dos primeiros a gerir a posse de bola para organizar o ataque assim que a equipa recupera a bola.

O que dissemos de Roberto Brum, e em especial da solidez do meio campo reflecte-se na construção de jogo mais à frente. Filipe Teixeira, em super-forma, tem ‘apenas’ a preocupação de por a cabeça em água à defensiva contrária. Por não estar condicionado a tarefas defensivas tão agressivas como anteriormente, a sua condição física não se deteriora com facilidade. No ano passado parecia que Filipe Teixeira apenas durava uma parte…veja-se agora. É o principal condutor do ataque, um desequibrador, tecnicista, organizador de jogo. É exímio a gerir a posse de bola, só a perdendo em falta.
É acompanhado por Dame. Caiu de para-quedas nesta equipa. Veio passar umas férias com o irmão e realizou uns treinos. Um verdadeiro diamante em bruto que tem vindo aos poucos e com trabalho a ser lapidado. Uma mais valia para o conjunto de Coimbra, e sem duvida um dos principais activos no futuro do clube, haja capacidade de o segurar e ainda visão negocial para saber lucrar na eventualidade da sua saída. Tecnicamente demonstra grandes pormenores no aspecto do drible, passe e ainda por ser detentor de um ‘senhor pontapé’. Fisicamente é uma presença muito consistente no meio campo de ataque e tambem pode jogar mais adiantado.

O lado esquerdo do ataque era, com Hélder Barbosa uma fonte de espectáculo, talento e futebol de ataque. A sua lesão foi um enorme revés para o caudal ofensivo da equipa e para os adeptos, entusiastas com o brilhantismo do seu talento e exibições. A boa notícia é que a recuperação do jogador está a correr bem e certamente regressará a tempo de ajudar a equipa. Sem Barbosa, a amplitude do ataque era assegurada por Filipe Teixeira, Lino ou até Miguel Pedro, na ausência de uma solução de raiz.

Do outro lado Miguel Pedro tem sido outra das agradáveis surpresas da briosa 2006/2007. É um jogador talentoso, também com grande margem de progressão. As oportunidades têm-lhe sido dadas e o jovem extremo tem-nas sabido aproveitar. É um jogador moderno, talentoso, tecnicista, veloz e tem uma característica determinante, pouco comum que é a sua atitude competitiva e combativa. Não vira a cara à luta.

Chegamos, assim, ao ponto mais frágil do plantel, o ataque. Aqui, apesar de se multiplicarem as opções ainda não vimos uma verdadeira alternativa, uma opção ‘de caras’ para o 11. Gelson é lutador, aguerrido, não dá um lance como perdido apesar dos seus reduzidos recursos técnicos e de falta de velocidade. Nestor, tem bom toque de bola, presença física, um forte remate, mas tem sido pouco mais que uma nulidade no ataque dos estudantes apesar do excelente golo apontado no dragão. Gyano é trapalhão e parece ainda inadaptado ao futebol da equipa e ao nosso país. Tem muita falta de confiança e falha golos a uma cadência inadmissível, sendo apesar de tudo o mais concretizador dos avançados.

As opções ao 11 base são Vítor Vinha, médio canhoto adaptado a lateral esquerdo, Nuno Piloto, um médio todo-o-terreno que, neste esquema só poderá substituir pontualmente Filipe Teixeira, Sarmento, um extremo direito, que por falta de velocidade poderia ser testado a defesa direito onde poderia render mais.
Há ainda Nuno Luís, infortunado com lesões, e Sonkaya para o lado direito da defesa. Jogadores que dificilmente serão opções para Manuel Machado.
Na baliza, Douglas e Eduardo são opções válidas para Pedro Roma, mas o histórico é inquestionável.

Com isto, os principais desequilíbrios no plantel estão na posição de defesa direito, que aparente Manuel Machado resolveu doutra forma e com sucesso, no lado esquerdo do ataque e no centro da área.

Para a asa esquerda Pitbull foi o eleito do mercado de Janeiro. Um avançado possante, com recursos técnicos e uma capacidade ofensiva elevada. Sabe manter a posse de bola e acrescenta tempo de ataque à equipa. (notas da observação do jogo frente à Naval).
No centro do ataque a esperança reside num dos jogadores mais queridos da massa adepta, Joeano. Entrou e marcou no regresso. Um herói. Estão nele as esperanças do ataque, onde também entram Sílvio e Pedro Ribeiro. Aparentemente reforçou-se bem e em qualidade, a Académica e equilibrou um plantel com algumas assimetrias. Para a posição de extremo direito é que poderá estar em défice caso haja uma quebra ou lesão de Miguel Pedro.

Estou convicto que, com estas adições, o conjunto ganhe maior capacidade de posse de bola e mais simplicidade nos processos ofensivos que, pelo que vimos na Figueira estão bem mais incisivos. Dame, Filipe Teixeira, Pitbull, Joeano e Miguel Pedro poderão vir a formar em breve um ataque muito forte.

O tempo dirá se a equipa está pronta para a segunda volta. Estou em crer que sim. Confio na equipa e no técnico Manuel Machado, que habitualmente realiza segundas voltas fantásticas.

VAMOS A ELES. FORÇA BRIOSA!
A-CADÉ-MI-CA, A-CADÉ-MI-CA!

Autor: Libelinha » COMENTE: |

Depois das mexidas

quarta-feira, 7 de fevereiro de 2007

transferencias -por Libelinha

Depois de encerrada a janela de transferências de Janeiro, é tempo de olharmos para os nossos adversários na Liga e perceber como se reforçaram. (Exceptuei, não por falta de ambição, os 5 primeiros que levam nesta altura uma vantagem pontual acima dos 9 pontos)

NACIONALPhotobucket - Video and Image Hosting
Leandro do Bomfim (Brasil), médio (ex-Cruzeiro)
Diego (Brasil), avançado (ex-Cruzeiro)
Belém (Brasil), defesa (ex-Palmeiras)

-O clube da Choupana, demasiado dependente de Bruno na construção de jogo assegurou o empréstimo de um nº10, Leandro do Bomfim (FC Porto) de modo a fazer chegar mais jogo à frente de ataque onde a entrada de Diego (ex-Cruzeiro) pode ser uma boa companhia para Juliano, Rodrigo ou Zé Rui.

NAVAL 1.º DE MAIOPhotobucket - Video and Image Hosting
Elivelton (Brasil), avançado (ex-Brasil Pelotas)
Osvaldo (Angola), avançado (ex-Vihren)
Dudu (Brasil), médio (ex-Brasil Pelotas)
Delfim (Portugal), médio (ex-Young Boys)

-Os nossos vizinhos da Figueira, mais uma vez parece que se reforçaram bem e barato, como já vai sendo habitual. A entrada de Dudu, que já entrou frente à Académica vai aumentar a velocidade no miolo ofensivo dos navalistas. É um desequilibrador, rapidíssimo com a bola nos pés. Elivelton e Osvaldo vêm constituir mais opções para o ataque onde reside o poderoso Nei, o que poderá fazer recuar Lito para a linha no auxilio a Fajardo, Dudu e China no transporte de bola. Para segurar o meio campo, a aposta recaiu em Delfim, um veterano, em acentuada curva descendente na carreira e fustigado por muitas lesões. Poderá não ser a melhor aposta para acompanhar o totalista Solimar (notoriamente a precisar de descanso) e Orestes, que este sim ‘carrega o piano as costas’.

PAÇOS DE FERREIRAPhotobucket - Video and Image Hosting
Nuno Claro (Portugal), guarda-redes (ex-Nelas)
Ricardinho (Brasil), avançado (ex-São Paulo)
Phil Jackson (Colômbia), avançado (Independiente Santa Fé)
Mojica (Bolívia), médio (ex-Cluj)
Fahel (Brasil), médio (ex-Marítimo)
Leanderson (Brasil), médio (ex-Sport Recife)

-Os castores dão a ideia de terem perdido qualidade em vez de se reforçar! Saíram Ronny, Fredy e Didi, algumas das pedras essenciais desta equipa. As entradas de Fahel, Mojica e Ricardinho aparentemente não serão suficientes para livrar os da capital do móvel de alguns apertos no final da época. A ver vamos.

MARÍTIMOPhotobucket - Video and Image Hosting
Diogo Valente (Portugal), médio (ex-FC Porto)
Arvid Smit (Holanda), médio (ex-PSV Eindhoven)
Douglas (Holanda), avançado (ex-Utrecht)

-Saem Neca, Fahel e André Barreto, mas as entradas são de jogadores com nome feito. Diogo Valente vem acrescentar largura ao meio campo de ataque dos insulares, onde Arvid Smit, recuperador de bolas com capacidade de inventar jogo, poderá ser uma mais valia a fazer chegar jogo a Mbesuma, Moukouri, Lipatin e Kanu, onde se junta Douglas, um finalizador de contra-ataque.

BELENENSESPhotobucket - Video and Image Hosting
Garcés (Panamá), avançado (ex-Nacional Montevideu)
Carlitos (Portugal), avançado (ex-Gil Vicente)

-Carlitos é o protagonista da novela desta ronda de transferências ao vir do Gil Vicente. Sendo verdade que é um jogador de grande técnica e experiencia, já não tem a capacidade de explosão e mudança de velocidade de outros tempos. Poderá, até ser um travão ao ataque sempre em excesso de velocidade dos de Belém. Perdem Vasco Faísca e Fábio Januário.

BOAVISTAPhotobucket - Video and Image Hosting
Livramento (Portugal), médio (ex-Santa Clara)

-Mais um jogador de nervo às ordens de Jaime Pacheco.

ESTRELA DA AMADORAPhotobucket - Video and Image Hosting
Nuno Viveiros (Portugal), médio (ex-Xanthi)
Daniel Silva (Brasil), médio (ex-Grémio Anapólis)
Yoni (Espanha), avançado (ex-Galda de Las Palmas)

-Muitas mexidas no conjunto da Reboleira. Saíram jogadores influentes como Tony, Edson e Paulo Sérgio. Nota de destaque para a entrada de Nuno Viveiros, que trará com certeza mais qualidade à equipa de Faquirá.

VITÓRIA DE SETÚBALPhotobucket - Video and Image Hosting
André Barreto (Brasil), médio (ex-Marítimo)
Rui Dolores (Portugal), médio (ex-Creteil)
Inzaghi (Guiné-Bissau), avançado (ex-Chernomore Varna)
Ayew (Gana), avançado (ex-Inter Chian)
Kim Byong (Coreia do Sul), médio (U. Sung Sil)

-Aproveitou bem o mercado, Quinito para acrescentar valor à equipa. Ayew é um velho conhecido, que com a sua experiencia pode ainda ajudar, mas não se prevê grande utilização para este jogador. O ataque sadino é composto por jogadores de grande velocidade onde Varela é a grande referencia, esperando-se que seja o jovem Inzaghi a formar dupla com o internacional português. André Barreto e Rui Dolores são mais dois homens rápidos para encostar ao flanco.

DESPORTIVO DAS AVESPhotobucket - Video and Image Hosting
Nuno (Portugal), guarda-redes (ex-Dínamo Moscovo)
Moreira (Portugal), avançado (ex-Dínamo Moscovo)
Jorge Ribeiro (Portugal), defesa (ex-Dínamo Moscovo)
Diego Gama (Brasil), avançado (ex-Grémio Anapólis)
Diego Martins (Brasil), médio (ex-Grémio Anapólis)
Paulo Sérgio (Portugal), avançado (ex-Estrela da Amadora)

-Atenção a este Aves. Moscovo poderá ser a solução para tirar a equipa da cauda da tabela. Nuno, Moreira e Jorge Ribeiro regressam a Portugal com vontade de relançar a carreira e acrescentar, sem dúvida, classe à equipa do professor Neca.

BEIRA-MARPhotobucket - Video and Image Hosting
Eduardo (Portugal), guarda-redes (ex-Sporting de Braga)
Matheus (Brasil), avançado (ex-Sporting de Braga)
Ezequias (Brasil), defesa (ex-FC Porto)
Diego Zaporo (Brasil), médio (ex-Vitória de Setúbal)
Veselinovic (Sérvia), avançado (ex-Bezanija)
Delibasic (Montenegro), avançado (AEK Atenas)
Edgar (Brasil), avançado (ex-São Paulo)
Devic (Sérvia), defesa (ex-Radnicki)
Makelele (Brasil), médio (ex-Santo André)
Reginaldo (Brasil), defesa (ex-Santa Cruz)
Lamine Diarra (Senegal), avançado (ex-Zrinjski Mostar)

-A Gestifute encarregou-se de equilibrar o conjunto de Aveiro e de o reforçar com nomes sonantes. O futebol moderno faz com que os clubes passem a ser oportunidades de negócio para empresários. Vamos ver se o Beira-Mar não tem a sorte grande com isto.


O campeonato segue dentro de momentos…

Autor: Libelinha » COMENTE: |

Um jogador .... diferente!

terça-feira, 6 de fevereiro de 2007

“Quando soube que vinha para a Académica nem queria acreditar…nem consigo explicar o que senti… fiquei muito, muito feliz”. Foi com estas palavras que ontem Joeano mostrou mais uma vez porque é um jogador especial e tão acarinhado por todos aqueles que gostam de Académica.
Esta segunda-feira, Joeano voltou a “Prognósticos” para a primeira grande entrevista depois do seu regresso a Coimbra. Segundo o jogador, “apesar de clubes como Leiria e Braga se mostrarem interessados, e até pagarem melhor” o seu coração acreditou sempre que seria possível regressar ao “clube do coração, que tão bem o acolheu no passado”.
Em relação ao balneário que encontrou, Joeano considerou que existe bastante “intranquilidade o que faz com que as coisas não se façam com calma”, mas espera que com esta vitória fora de casa, “essa tendência possa ser alterada já que existem jogadores de grande qualidade no plantel”.
Apesar do Beitar de Jerusalém fazer já parte do passado, o avançado revelou que existe a possibilidade de ter mesmo que voltar no final da época já que tem contrato com o clube Israelita até 2009. Quando questionado sobre a sua vontade, o jogador mostrou-se evasivo na resposta, deixando no ar a dúvida sobre a sua vontade.
O jogador, que considera a Mancha Negra como “os melhores do mundo”, falou sobre o “fanatismo que se vive em torno do futebol em Israel” e também sobre as dificuldades que teve, assim que um novo treinador chegou ao clube de Jerusalém.

Joeano regressou e com ele os golos, as vitórias fora de casa, os cânticos, a alegria, o respeito dos adversários, enfim…regressou a ESPERANÇA de que a Briosa vai mesmo dar-nos muitas alegrias.

Etiquetas: , , , , , , , , ,

Autor: Chambel » COMENTE: |

Contigo seremos MUITOS!

segunda-feira, 5 de fevereiro de 2007

vamos a tapadinha
No próximo sábado às 14:30, a Académica defronta o Atlético, na Tapadinha, em jogo dos oitavos de final da Taça de Portugal. Com Joeano de regresso, a Briosa tenta a passagem de mais uma eliminatória rumo ao jogo decisivo, em Maio, no Jamor.
Para este jogo, a nossa presença é fundamental, já que mais uma vez podemos ajudar a nossa equipa a vencer tal como aconteceu nos últimos jogos fora, em Matosinhos e na Figueira, onde o apoio foi enooorrrmmeee à nossa Briosa.
Os bilhetes vão ser vendidos por apenas 5 euros e podem ser adquiridos na secretaria do Pavilhão Jorge Anjinho e nas Lojas Briosa/TBZ do Estádio e Dolce Vita.

Todos à Tapadinha…para mais tarde enchermos o JAMOR!!!!

Etiquetas:

Autor: Chambel » COMENTE: |

JOEANO REGRESSA AOS GOLOS E AO… PROGNÓSTICOS




Este fim-de-semana JOEANO voltou a vestir a camisola da Briosa e voltou também aos golos. Esta segunda feira mais um regresso do goleador desta feita a PROGNÓSTICOS.
Para além da entrevista com o avançado da Académica, não perca a análise do comentador João Francisco Campos ao momento actual da briosa, bem como os espaços habituais de “4-4-2”, “Via Aberta” e “Pancada na Bancada”.

Na 2ª hora do programa, NORBERTO ALVES, técnico da equipa sénior de basquetebol da Académica é o convidado central que conta também com a actualização de todos os resultados do passado fim-de-semana e a Agenda Desportiva das várias secções desportivas da AAC.

Não perca, hoje, entre as 21h e as 23h em http://www.ruc.pt/ ou em 107.9 FM

Prognósticos - O Programa de desporto da RUC

Autor: Chambel » COMENTE: |

Naval – 0 Académica – 1: a vitória dois meses depois

Após uma exibição constrangedora frente ao Vitória de Setúbal, foi outra Académica a que se apresentou esta tarde na Figueira da Foz. Uma equipa adulta, personalizada, certa a defender (graças à super-forma de Litos) e mais perigosa no ataque. A Naval criou oportunidades, mas acabou por ser pouco mais que inofensiva. Para além disso, algumas escolhas menos acertadas de Mariano Barreto (titularidade de Solimar, substituições de Fajardo e do surpreendente João Ribeiro) pesaram numa segunda parte menos conseguida da equipa figueirense.

Manuel Machado optou por uma equipa de maior contenção, colocando Pavlovic no meio campo, junto de Roberto Brum e Alexandre. Mais à frente, Filipe Teixeira apoiava os avançados Dame e Gyano. Com apenas três dias de trabalho, o treinador da Briosa optou por não lançar os reforços Joeano e Pitbull de início.

A lesão de Roberto Brum deu a oportunidade a Joeano para voltar a jogar com a camisola negra, e o ataque academista beneficiou e muito com isso. Com Dame e Filipe Teixeira uns furos abaixo do habitual, foi o jogador emprestado pelo Beitar de Jerusalém que dinamizou ofensivamente a equipa, criando as melhores oportunidades de golo e desencadeando um duelo interessante com o guarda-redes Taborda.

Com Gyano desastrado, Manuel Machado lançou Pitbull aos 78 minutos e a aposta deu resultado quatro minutos depois. O ex-portista correu pela esquerda e cruzou para o desvio de Joeano, golo que valeu três pontos e uma maior tranquilidade na tabela.

Antes do fim, ainda deu tempo para se provar a importância de Pedro Roma na equipa, que evitou o empate aos 92 minutos, numa grande defesa a remate de Saulo.

Notas:

Pedro Roma (15) – Sem muito trabalho, cumpriu sempre que foi chamado. Em tempo de descontos, segurou a vitória com uma grande defesa, daí a nota elevada.

Paulo Sérgio (13) – Mais uma vez adaptado a lateral direito, não fez uma exibição brilhante, mas também não complicou.

Litos (16) – Está de volta o central que foi o esteio da defesa do Boavista campeão. Numa forma espantosa, foi uma muralha intransponível. Uma só falha aos 17 minutos, permitindo o remate de Nei ao lado.

Kaká (14) – Uma das revelações da época na Briosa. É mais discreto que Litos, mas muito lutador. Não complica e isso é importante num defesa.

Lino (12) – Uma exibição mais discreta que o habitual. Lito e João Ribeiro deram-lhe muito trabalho na defesa e ofensivamente não esteve tão exuberante. Ainda assim, não se lhe podem apontar grandes falhas.

Roberto Brum (10) – Anda azarado. Quando voltou ao seu lugar no centro do meio campo, lesionou-se e teve de ser substituído. Enquanto esteve em campo não comprometeu, daí ser injusto dar-lhe uma nota negativa.

Alexandre (13) – Está em crescendo de forma. Pautou bem a acção no meio campo, muitas vezes sem se dar por ele. Perdeu um golo aos 72 minutos, rematando por cima.

Pavlovic (15) – Foi, de longe, o seu melhor jogo com a camisola da Académica. Muito bem a defender, não se inibiu de apoiar o ataque. Uma entrada mais dura custou-lhe o único amarelo do jogo, o que não manchou em nada uma exibição altamente positiva.

Filipe Teixeira (13) – O mediatismo tem destas coisas. Muito marcado, não conseguiu ter espaço para mostrar o seu futebol. Ainda assim, uma actuação positiva.

Dame N’Doye (13) – À semelhança de Filipe Teixeira, não foi um dos seus melhores jogos. Correu e lutou muito, mas faltou algum acerto, em especial nos últimos 30 metros do terreno.

Gyano (11) – Muito esforçado, mas desastrado. Escorregou duas vezes quando ia para rematar (aos 46 e 74 minutos) e caiu muito no fora-de-jogo. Foi substituído aos 78 minutos.

Joeano (17) – O regresso que todos desejavam. Entrou, pegou na bola, não teve medo de ir para cima do adversário. Foi dos seus pés que saíram as melhores oportunidades de golo da Académica (quer em remates, quer em assistências). Aos 77 minutos acertou no poste e cinco minutos depois marcou o golo que valeu os três pontos. Está de volta o goleador da época passada.

Cláudio Pitbull (13) – Entrou e fez a assistência para o golo. Uma estreia prometedora.

Sarmento (0) – Nada a assinalar.

Autor: João Campos » COMENTE: |

TRANSMISSAO E RELATO

domingo, 4 de fevereiro de 2007

Como sempre, pode acompanhar toda a acção do Naval x Académica.

A transmissão é da RUC, que, como habitualmente torna a levar até junto dos academistas por todo o mundo o relato da nossa briosa.

Quando forem 16horas, se estiver pela internet, CLIQUE AQUI PARA OUVIR ou então sintonize o seu radio nos 107.9FM (Coimbra)

E que os nossos rapazes de preto voltem da Figueira como triunfadores!

FORÇA BRIOSA!

Autor: Libelinha » COMENTE: |

Antevisão

Os míticos Xutos e Pontapés têm uma música intitulada “Ai a minha vida”, no passado fim-de-semana, após a derrota caseira com o Setúbal, acho que muita gente ficou com ela na cabeça.
Eu já tinha avisado que aquela preciosa almofada do Professor Manuel Machado podia bem ser uma almofada de ar, sujeita a ter um furo e vazar, infelizmente tive razão sem a querer ter. Logo de seguida vieram os reforços, o já esperado Pitbull e o muito desejado Joeano tiveram a companhia do nosso jovem Pedro Ribeiro( hoje marcou na vitória dos juniores), de um jogador que me agradou bastante na pré-época, o Sílvio do Tourizense e ainda tivemos a inscrição do Lira. Em resumo 4 novos avançados na esperança de inverter a situação desastrosa da linha atacante mas nada de defesa direito.
Quanto ao jogo da semana transacta, acho que foi muito mau mais uma vez, tivemos uma equipa sem ideias, completamente à mercê do futebol do Filipe Teixeira, que acaba por ser presa fácil para os adversários que o marcam impiedosamente, já que cada vez que a Briosa ataca a bola tem que passar por ele. No fim o resultado que eu já temia, e a almofada começa a perder ar…
Agora a Naval, uma equipa que se rege por princípios diferentes dos nossos, pelo menos no que concerne à sua gestão, todas as épocas são planeadas com tempo, têm mantido um núcleo duro sólido e reparem que já estão a contratar para o ano que vem. Como é diferente a politica desportiva da nossa direcção!
Claro que com toda esta capacidade administrativa por trás torna-se fácil a um treinador entrar e continuar o bom trabalho, e foi isso que o Prof. Mário Barreto fez, sem inventar muito pegou no trabalho que vinha dos seus antecessores e com umas pinceladas das suas lá vai levando a água ao seu moinho, talvez tenhamos a UEFA que nos prometeram tantas vezes mais perto de nós do que esperávamos. Quanto a Prognósticos (um pouco de publicidade, 2ª feira temos lá o Joeano, RUC às 21h) fico-me pela esperança de mantermos a tradição e apostaria numa vitória à tangente e muito suada (à imagem de Matosinhos), embora eles nos tenham ganho na 1ª volta acho que agora nós estamos mais fortes do que por essa altura e a derrota com o Setúbal aliada à possível utilização (mesmo com tão poucos treinos) dos nossos reforços de Inverno e a volta do Dame e do Kaka, vão ser fortes motivos de motivação para o grupo, esperemos todos que sim!

Autor: JFKampos » COMENTE: |

Joeano e Pitbull convocados

sábado, 3 de fevereiro de 2007

O treinador da Académica, Manuel Machado, chamou os reforços Joeano e Cláudio Pitbull, para o jogo de amanhã na Figueira da Foz, frente à Naval 1º de Maio. Desta forma, os dois jogadores podem fazer a estreia com a camisola da Briosa.

Em relação ao último jogo, regressam Kaká, Dame N'Doye, Pavlovic e o guarda-redes Eduardo. Miguel Pedro (castigado), Medeiros (lesionado), Sonkaya, Gélson e Nuno Piloto saem da convocatória.

Eis a lista completa dos convocados:

24 Pedro Roma
15 Eduardo
2 Joeano
3 Danilo
4 Káká
5 Alexandre
6 Roberto Brum
8 Paulo Sérgio
10 Filipe Teixeira
16 Lino
20 Lira
21 Litos
22 Sarmento
29 Gyano
32 Pavlovic
77 Dame
82 Pitbull
99 Nestor

Autor: João Campos » COMENTE: |

CAMADAS JOVENS

miudos
Li há momentos no site oficial uma notícia que me deixou extremamente agradado. Mais dois dos nossos jovens vão ter oportunidades a nível de selecção nacional, podendo tornar-se internacionais e vestir a ‘camisola das quinas’.

Senti um orgulho enorme pelos rapazes e ao mesmo tempo apercebi-me do trabalho hercúleo que é preciso desenvolver diariamente para que as nossas camadas jovens desenvolvam o seu trabalho.

É precária a qualidade oferecida aos nossos jovens para treinar, é ainda embrionária toda a estrutura suporte dos escalões de formação, são pobres os campos de treino, são escassos os apoios quer a nível financeiro e logístico como condições, transportes, etc.
Saúdam-se os campos do bolão, e como estes mais ainda, mais infra-estruturas, materiais, equipamentos, transportes. A Academia Briosa XXI ou Francisco Soares, tem de ser uma realidade. Para lá se caminha, a passo de caracol devido as dificuldades financeiras, mas o importante é que se caminha...que se invista.

Infra-estruturas e investimento

O que salta à vista, isso sim, são as enormes capacidades humanas que temos na formação. Jogadores com talento que procuram superar-se, tendo para isso de ter grande espírito de sacrifício para trabalhar nas circunstâncias em que o fazem, e um fantástico colectivo de treinadores e preparadores como Rui Silva, André Lage e Francisco Barros entre outros.

Equipa tecnica e dirigentes

A causa do futebol jovem, envolve ainda hoje um grande sacrifício e dedicação pessoal muito alta por parte de jogadores e equipas técnicas. Há que facilitar, há que melhorar, há que investir. As raízes desta árvore académica, precisam de todo o amor, de toda a dedicação e de todo o investimento para que cresça saudável e forte e que nos dê frutos…muito mais frutos e cada vez melhores.

O segredo da formação na Académica tem passado ao longo destes anos por esta gente cheia de vontade e com enorme espírito académico.

A Académica vai hoje, aos poucos, descaracterizando-se e perdendo a sua identidade. Já lá vão os tempos do éférreá e do jogador-estudante. Mas, tudo isso é possível de se manter mesmo em alta competição. A resposta está precisamente num investimento de fundo nas camadas jovens e uma planificação e projecto sustentado para a sua coordenação e desenvolvimento. São estes os jovens que, por estarem incluídos e serem provenientes da formação percebem os valores da instituição. A instituição que os forma, não só como jogadores, mas como Homens. É ali que aprendem o verdadeiro simbolismo e o verdadeiro valor de ser da Académica.

Assim, crescendo neste ambiente, com condições de trabalho cada vez melhores e com incentivos à prossecução dos estudos, conseguimos ter a velha briosa de volta.

Estudantes

José Francisco e Paulo Grilo são hoje ‘prata da casa’ vindos de uma formação que dá os frutos que dá por grandes esforços pessoais dos que lá estão envolvidos. Se houvesse uma aposta forte e sólida, a formação em vez de prata dar-nos-ia ouro. Uma mina de ouro onde se juntava o talento aos valores e ao amor a esta instituição.

Os casos de sucesso pontuais, poderiam tornar-se frequentes, mais sólidos e ser os grandes reforços de amanhã e as grandes contratações da equipa sénior. Jogadores com mística que emocionam os adeptos, que são da Académica e que nos fazem acreditar no sonho académico.

Jogadores no futuro



Segue a notícia do site oficial (www.academica-oaf.com)
Texto e imagem

José francisco e Paulo Grilo

José Francisco e Paulo Grilo, atletas da equipa de Juvenis da Académica, da foram convocados pelo Seleccionador nacional, Paulo Sousa, para o Estádio de dois dias que a Selecção Nacional Sub-16 vai realizar no Complexo Desportivo do Jamor. Os trabalhos têm início no dia 6 de Fevereiro (terça-feira).

O Treinador Nacional, chamou 26 jogadores oriundos de 15 clubes diferentes. José Francisco e Paulo Grilo, da Académica, são uma estreia nesta convocatória para trabalhos da Selecção Nacional.
Este estágio servirá para Paulo Sousa observar novos jogadores e preparar a equipa para o Torneio Internacional de Santarém, onde Portugal jogará com a Bélgica (17 de Fevereiro), a Eslovénia (18 de Fevereiro) e Holanda (20 de Fevereiro).

Esta época são já oito os atletas da Académica chamados às Selecções, e estão mais uma vez de parabéns todos aqueles que fazem da formação da Briosa uma escola de talentos.


Aproveitamos ainda para deixar a agenda das camadas jovens e futsal.
(mais uma vez, retirada do site oficial – www.academica-oaf.com

FUTEBOL:

- Seniores:17.ª Jornada da Liga Bwin – NAVAL X ACADÉMICA domingo às 16 horas.

- JUNIORES: ACADÉMICA X RIO AVE – sábado às 15 horas no Centro de Estágios do Luso.

- JUVENIS: LEIXÕES X ACADÉMICA – domingo às 11 horas Campo da Perafita.

- INICIADOS A: FUNDÃO X ACADÉMICA – domingo às 11 horas no Estádio Municipal do Fundão. - INICIADOS B: TABUENSE X ACADÉMICA, domingo às 11 horas no A. Costa Júnior em Tábua.

- INFANTIS A: ACADÉMICA X PEREIRA – sábado às 11 horas no Campo do Eucalipto em Granja de Ançã.
- INFANTIS C: MARIALVAS X ACADÉMICA – sábado às 10 horas no Campo N.2 em Cantanhede.

- ESCOLAS A: U. COIMBRA X ACADÉMICA– sábado às 11.30 no Campo da Arregaça.
- ESCOLAS B: VATECA X ACADÉMICA– sábado às 11.30 horas no Campo 18 de Agosto em Paião.



FUTSAL:

Sábado, 03 Fevereiro 2007:

14:00 h - Pavilhão Eng.º Jorge Anjinho - CoimbraCampeonato Distrital Iniciados - Jornada 15
ACADÉMICA x GSSDCR Miro

16:00 h - Pavilhão Eng.º Jorge Anjinho - Coimbra
Campeonato Distrital Divisão Honra Seniores Femininos - Jornada 12
ACADÉMICA x GJ S. Tomé

18:00 h - Pavilhão Eng.º Jorge Anjinho - Coimbra
Campeonato Nacional II Divisão Seniores Masculinos - Jornada 16
ACADÉMICA x Gondomar FC



Domingo, 04 Fevereiro 2007

11:00 h - Pavilhão Polivalente - Covões [Cantanhede]
Campeonato Distrital Juvenis - Jornada 19
Prodeco - CS Covões x ACADÉMICA

Autor: Libelinha » COMENTE: |

Análise à Naval 1.º de Maio

sexta-feira, 2 de fevereiro de 2007

Naval à lupa

A Naval ocupa um tranquilo 7.º lugar na tabela classificativa, com 24 pontos, fruto de um início de época absolutamente fulgurante e de, posteriormente, ter sabido manter uma razoável constância de resultados. À semelhança do que aconteceu com o último adversário da AAC, o Setúbal, também a Naval conhece, neste momento, o terceiro treinador esta época. Começou com Rogério Gonçalves, mas a sua saída para Braga motivou a subida do seu adjunto Fernando Mira ao comando técnico da equipa, até Mariano Barreto se desvincular do clube moscovita e assinar pelos figueirenses. Comum a todos eles? O mesmo sistema táctico.
O 4x3x3 da Naval
A Naval é uma equipa que me faz lembrar um pouco o Paços de Ferreira: jogam sempre em 4x3x3, com uma linha defensiva recuada, apoiada por uma linha média contituida por um pivôt defensivo e dois médios de transição, em que, pelo menos um deles assume também tarefas de recuperação de bola e de cobertura aos laterais. Depois, joga com os alas bem abertos, espreitando o contra-ataque rápido, no sentido de servir o ponta-de-lança, em cunha entre os centrais adversários. Raramente mudam a filosofia, quer estejam a perder quer estejam em vantagem.
O que muda de jogo para jogo é, fundamentalmente, a posição ocupada por um outro jogador. Vejamos. A Naval teve, ao longo das jornadas, um onze titular, que não variava muito: Taborda, Mário Sérgio (grande época) a defesa direito, China na esquerda, os centrais Fernando (capitão) e Paulão (uma das revelações), Orestes (excelente jogador) e Gilmar a funcionarem como duplo pivôt defensivo, Fajardo (no seu ano de afirmação) como organizador de jogo, Saulo e Lito nas alas e Nei a ponta de lança. Assim, e nalguns jogos fora de portas ou frente a adversários mais fortes, variava somente a posição de um ou outro jogador, mas nunca a estrutura. Saía Saulo, Fajardo ocupava uma das faixas e o meio campo era fortalecido ou com Solimar ou com Pedro Santos.
A Naval no day after do fecho do mercado de transferências
A Naval reforçou-se neste mercado de Inverno, destacando-se as entradas de Delfim (ex-Young Boys) e Tiero, um avançado (que já esteve ao serviço do V.Guimarães, embora por muito pouco tempo) que está suspenso pela FIFA até Abril e que foi indicado por Mariano Barreto, que já o conhecia desde que treinou o Gana, apelindando-o de um dos melhores jogadores ganeses da actualidade, além de Dudu (rapidissimo e muito forte no 1x1), Elivelton (ponta de lança) e Osvaldo.
Todavia, a grande novidade introduzida por Mariano Barreto desde que chegou ao comando da equipa, foi a colocação no 11 titular do jovem João Ribeiro, ex-júnior, de 19 anos, que "encostou" Saulo e tem dado muito boa conta do recado. Mariano Barreto é um técnico de gosta de apostar na juventude, e prova disso é que tem também lançado às "feras", outro miúdo, Pimenta de seu nome, de 21 anos, ex-Sp.Covilhã.
Amanhã, a Naval deve jogar com Taborda, Mário Sérgio, Paulão (já recuperado do traumatismo que sofreu na Amadora), Fernando, China, Solimar (no lugar do castigado Orestes), Gilmar, Fajardo, João Ribeiro, Lito e Nei.
Acabo deixando votos para que a AAC surja em campo no domingo decidida a pontuar, depois de 5 derrotas, e motivada também pelo regresso do matador Joeano. E que bom que era se ele conseguisse repetir a 2.ª volta da época passada em que marcou "apenas" 12 golos...
Força Briosa!

Autor: Nuno Oliveira » COMENTE: |

Chegou o Certificado de JOEANO

Joeano pode jogar já contra a Naval

Chegou hoje o certificado internacional de Joeano.
O documento permite, assim que todos os 'reforços' contituam opção para Manuel Machado na dificil deslocação à Figueira da Foz para defrontar a naval.

Apenas Joeano carecia de certificado por ter vindo de Israel (não homologado pela UEFA), Pitbull e Lira por terem viajado do Brasil, com o qual há um protocolo da Liga não necessitam de certificado.

Sendo assim, Joeano, Pitbull, Silvio, Pedro Ribeiro, Lira e Pavlovic, todos constituem opção para o derby.

A bola está agora do lado do técnico Manuel Machado. A lista dos convocados é conhecida amanha ao meio dia.

-NOTICIA RAPAZES DE PRETO-

Autor: Libelinha » COMENTE: |